Contando sobre a gravidez para a família

Descobri que estava grávida no primeiro dia de atraso, num sábado, ainda não acreditava que realmente tinha um bebê em formação dentro de mim.

Esperei até segunda para fazer um exame de sangue e ter realmente certeza.

O resultado sairia no site do laboratório por volta das 20h e nunca atualizei tanto uma página na minha vida rs.

Saiu... 600 mUI/ml, positivo e compatível com 4 semanas de gestação. Ufa, já posso contar.

No domingo seguinte seria o dia dos pais, preciso fazer uma surpresa!!!

Moro em São Paulo há 5 anos e minha família toda mora em Fortaleza, ficaria enviável viajar nesse momento, teria que dar outro jeito.

Conversei com meu irmão e resolvemos mandar fazer canecas com o logo: Super vovô e super vovó, também fizemos uma camiseta para meu pai escrito: vovô coruja.




Meu irmão arrumou tudo em uma linda caixa e na sexta-feira estava tudo preparado quando veio a triste notícia: minha única avó havia falecido, fiquei devastada!

Meu relacionamento com a minha avozinha era muito profundo, ela era minha cúmplice, minha amiga, meu ídolo, éramos apaixonadas uma pela outra e agora ela não vai conhecer o neto.

Poxa, eu fiz de tudo para controlar minha tristeza e não passar para aquela bolinha delicada dentro de mim toda a minha angústia, se eu perdesse esse bebê não sei o que seria de mim!!!

Bom, Deus sabe de todas as coisas e ela descansou, literalmente, depois de lutar meses convivendo com o câncer.

Minha mãe falou que no último suspiro ela sorriu, em paz. Me apeguei nisso para continuar seguindo em frente.
No domingo aguardei ansiosa pela entrega do presente aos meus pais. Meu irmão filmou tudo e pude ver a reação dos meus queridos, foi demais ver a minha mãe agradecendo a Deus pois ela havia acabado de perder sua mãezinha querida.

Publiquei no face e no Insta quase que imediatamente, que alegria!
Impressionante como Deus escreve certo e por linhas retas, Ele é perfeito! Se eu não estivesse grávida não sei se teria suportado perder minha avó, tamanha era a nossa ligação. Mas em amor ao meu pequeno milagre me forcei a seguir em frente.

Obrigada meu Deus!!!
Vó Lêda, saudade eterna!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...