O tão sonhado positivo!

Parei de tomar anticoncepcional em abril de 2014. Minha ginecologista disse que não há ligação entre tomar durante anos o anticoncepcional e o tempo que você leva para engravidar. Uma amiga minha engravidou no mês seguinte, outra levou quase 3 anos. O jeito era ir tentando.
Viajamos para o exterior em abril (leia: despedida de solteiro para casal) e pensei que voltaria grávida, porém, durante a viagem, a monstra desceu.

Fiz as contas e mandamos ver na semana fértil do mês de maio, esperamos e... nada.

Junho chegou e repetimos a empolgação na semana fértil, esperamos e... nada.

Para muitas, três meses de tentativas frustradas pode parecer pouco, mas para mim não dava mais. Eu ficava extremamente depressiva quando as cólicas menstruais começavam, chorava sem consolo. Meu esposo me achava boba por me desesperar tão rápido, acho que as tentantes me entenderão.




Bom, julho é o mês do meu aniversário, tinha uma viagem programada para Fortaleza e resolvi comemorar com minhas amigas de infância. Foi muito divertido e especial. Também comemorei com minha família, junto com a minha avozinha querida (in memorian) , estava me despedindo e nem sabia, foram dias maravilhosos!

Período fértil em julho? Sei lá quando foi rs. A viagem foi tão gostosa e cheia de passeios que esqueci completamente. 

No dia do meu aniversário (26/07) estava na IBP (Igreja Batista do Povo), congregação que sou membro, e lembro-me de ter chorado (mais uma vez) e pedido a Deus um filho.



Os dias foram passando e em agosto a monstra não veio na data prevista. Num sábado, meu esposo e eu fomos ajudar na confecção de lembrancinhas para o dia dos pais de um hospital e depois de acabarmos, minhas costas estavam me matando! Na volta pra casa, pedi ao meu esposo que parasse em uma farmácia para eu comprar um anti-inflamatório e comentei que a menstruação estava atrasada.

Ele entrou na farmácia e voltou com dois testes de gravidez e nada de anti-inflamatório para mim rs.

Chegando em casa fui correndo ao banheiro fazer o teste. Eu fechei os olhos enquanto esperava o resultado e tinha medo de abrir. Abri um olho bem devagar e vi duas listras, uma bem forte e uma bem fraquinha, meu Deus, será?

Chamei meu esposo e ele foi conferir o resultado na bula. De repente ele começou a pular e gritar: Vou ser pai, vou ser pai! Foi muito emocionante, choramos juntos de alegria. Para mim demorou, mas foi o tempo certo para Deus. Agora seremos três, uhuuu.

No dia seguinte (03/08) completamos seis anos de casamento, que lindo presente Deus havia nos dado e detalhe: pelas contas, no meu aniversário eu já estava grávida! Saímos para jantar e olha eu estufando a barriga =) não podia ver um espelho que ia lá me admirar.

Parece que o bebê vem depois que acaba a neura, a pressão, a obrigação. 

Se você está ansiosa, o melhor é relaxar e curtir seu esposo, a vida. Sua bênção chegará na hora certa. Com Deus no controle não tem como dar errado!

Beijos.


1 comentários:

  1. Filho planejado é outra história. Parabéns pela atitude, hoje em dia está difícil.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...