Vacina contra febre amarela: saiba mais!

Olá meus queridos, 

Hoje iniciaremos uma série de postagens relacionadas à saúde.

Nada melhor do que ler algo que foi escrito por alguém que realmente entende do assunto!

Por isso, a querida Kellen, graduanda em Medicina, cuidará dessa coluna do blog ♥

Sem mais delongas, vamos ao texto super explicativo escrito por ela:


Com o surto recente de febre amarela, este assunto tem gerado muita dúvida e, por isso, eu trouxe uma explicação bem simples sobre a doença e a relação da vacina contra a febre amarela e o ovo.

O QUE É FEBRE AMARELA?



A febre amarela é uma arbovirose (doença causada por um arbovírus) que é transmitida por um mosquito do gênero Aedes (mesmo gênero do transmissor da dengue, zika e chikungunya). 

Os sintomas,  inicialmente, são inespecíficos, ou seja, comuns como febre, dor de cabeça e dores pelo corpo, fraqueza e vômitos. 

Uma característica marcante é a icterícia que se manifesta a partir do terceiro dia de contaminação pelo vírus. Com o agravamento da doença pode ocorrer comprometimento dos rins e do fígado.


A prevenção ainda é o melhor remédio. Por isso extinguir focos de reprodução do mosquito e vacinação tem vital importância no controle dessa doença.

O QUE A VACINA TEM A VER COM O OVO?

Esta vacina é cultivada dentro do ovo de galinha, onde o antígeno (vírus atenuado) se desenvolve pra fabricar a vacina.

Na verdade o ideal é que o bebê coma ovo nos primeiros dias da introdução alimentar (IA), para minimizar os possíveis riscos de desenvolver alergia ao ovo.

Mencionei os 9 meses porque é nessa idade que o bebê toma a vacina contra a febre amarela, que por ser cultivada dentro do ovo, não pode ser tomada por quem tem alergia grave a este alimento.

Daí a necessidade de oferecer o ovo antes do bebê precisar tomar a vacina. Para averiguar se o bebê tem alergia ao ovo e, se não houver alergia, minimizar a possibilidade de desenvolver tal condição no futuro.

Portanto, mamães, é fundamental a introdução do ovo na alimentação do bebê, desde os primeiros dias e, se não for possível no início da IA, oferecer antes dos 9 meses, antes de aplicar a vacina contra febre amarela.

Se surgir mais alguma dúvida, estou à disposição ;)












Kellen Nobre, 27 anos
Mãe do Miguel (9 meses)
Graduanda em Medicina (último período) 
Apaixonada pelo mundo materno-infantil

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...